A POMPÉIA DO CARIBE: MONTSERRAT

Montserrat, ilha no meio do Caribe esquecida do fluxo turístico, é um território ultramarino do Reino Unido. Um fato curioso dessa pequena ilha é que, no ano 1995, o vulcão Soufrière Hill começou a destruir mais da metade da ilhota e mudou a sua paisagem, daí, até hoje, ele é o cartão postal da ilha. Ela passou a ser conhecida como a Pompéia do Caribe.

Diferente das outras ilhas da região, Montserrat não se destaca por praias, sendo, em sua maioria, de areia preta. O pequeno país é montanhoso e preserva o verde na parte não afetada pelo vulcão.

Neste Blog, você vai encontrar:

_Como chegar?

_Como se locomover?

_Quanto tempo ficar?

_O que fazer?

 

Como chegar?

A única forma de chegar em Montserrat é via Antígua.

Compre sua passagem até Antígua aqui

As opções são aéreo ou marítimo. O voo leva aproximadamente 20min em um avião estilo teco-teco, que comporta menos de 10 passageiros. Escolhemos essa opção, o piloto nos avisou que balançaria um pouco, mas como foi pouco tempo, foi tranquilo. Apenas duas companhias aéreas fazem a rota: Flymontserrat e BMN Airways.

A POMPÉIA DO CARIBE: MONTSERRAT

Avião para Montserrat

O barco leva aproximadamente 1h 30min e o serviço não acontece todos os dias, diferente do avião, que tem saídas diárias.

 

Como se locomover?

O mais legal e diferente da ilha é conhecer Plymouth (a antiga capital), que foi destruída pelo vulcão, sendo que é obrigatório contar com guia autorizado para entrar. Então, contrate um desses profissionais, que, na verdade, são os taxistas, para fazer o passeio com você. Provavelmente, terá algum esperando no aeroporto (como ocorreu com a gente), não contratamos com antecedência. Chegando em Montserrat (porto ou aeroporto), pergunte sobre esses guias e eles com certeza vão ajudar você ou indicar alguém que ajude. Além de Plymouth, só poder ter acesso com guia, alguns lugares podem estar fechados por conta de ser uma ilha que praticamente não tem turista. Então, o guia entra em contato com o dono do estabelecimento para chamar.

 

Quanto tempo ficar?

A ilha é muito pequena e não tem muitas opções de hotéis, um bate-volta de Antígua é mais que suficiente para conhecer Montserrat.

 

O que fazer?

Montserrat Cultural Centre

Um centro de artes cênicas multiuso. O centro foi de iniciativa do famoso produtor cultural George Martin, reconhecido internacionalmente por ter sido ex-produtor do Beatles.

O centro cultural possui o hall da fama, em que estão registradas impressões das mãos em bronze de músicos famosos que gravaram em Montserrat durante os anos 80, como os ícones Elton John e Paul McCartney.

George Martin chegou à ilha em 1977. Desde essa data, George Martin passou a ter uma relação estreita com Montserrat. Em Plymouth, em 1979, George Martin construiu AIR Studios, um dos estúdios mais modernos e sofisticados para a época. Montserrat recebeu estrelas internacionais da música, que gravaram suas produções no estúdio. Lamentavelmente, os fenômenos naturais como furacão e erupção vulcânica destruíram o espaço.

Curiosidade:

_Para ajudar a ilha, George Martin produziu um álbum de solidariedade: After The Hurricane. O álbum produziu músicas para Montserrat. Vários artistas famosos, como Paul McCartney, Rolling Stones e Elton John, contribuíram para o álbum. Em 1997, após a tragédia provocada pela erupção vulcânica na ilha, George Martin fez um megaconcerto, reunindo Paul McCartney, Mark Knopfler, Elton John, Sting e Eric Clapton, em Londres. Todo o dinheiro arrecadado foi destinado à ilha. George Martin fez mais ainda: financiou e idealizou o centro cultural da ilha para que se possa promover arte.

The National Museum

Um pequeno museu que visa preservar a história de Montserrat desde o período pré-colombiano até os dias de hoje.

Horário: 9h às 13, terça-feira e sexta-feira.

Little Bay

A atual capital da ilha é Brades, mas projetam transformar Little Bay na capital. Em Little Bay, está uma das melhores praias da ilha, que leva o mesmo nome. Uma característica da maioria das praias de Montserrat é a areia preta (por causa do vulcão). Do lado da praia, está o porto (sea port).

sea port MONTSERRAT

Sea port

Próximo à praia de Little Bay, está outra praia, também de areia preta: Carr´s Bay. Um destaque da praia, além de ser uma das melhores para banho (lembrando que o forte do local não é praias), é que podemos encontrar as ruínas de um forte com velhos canhões apontados para ilha Redonda.

Hiltop coffe house

O local tem uma pequena galeria de arte com obras de artistas locais, bem como uma loja que tem a venda artesanato, lembranças de viagem, além de outros itens.

Hiltop coffe house MONTSERRAT 1

Hiltop coffe house

Nesse lugar, chegamos em horário que era para estar aberto, mas estava fechado. O guia ligou para o dono do estabelecimento e, em alguns minutos, ele surgiu.

Horário: 8h às 13h de segunda-feira até sábado

Plymouth

Plymouth é a antiga capital de Monteserrat, hoje ela fica na área de reclusão por conta do vulcão que destruiu toda a cidade. Assim, ela passou de “uma das capitais mais lindas do Caribe” para ser “uma cidade fantasma”.  Hoje, Plymouth passa a ser um tesouro arqueológico dos tempos modernos.

Plymouth MONTSERRAT 1

Plymouth

Plymouth está na zona de Exclusão (toda a área da ilha que foi atingida pelas lavas vulcânicas, sendo inóspita para a vida humana).

O vulcão Soufrière Hills entrou em erupção em 1995. Antes disso, ele estava inativo e estudos revelam que sua última atividade teria sido por volta do século XVII. Essa explosão atingiu a capital e boa parte da população a abandonou. Dois anos depois, em 25 de Junho de 1997, houve uma grande erupção (causando a morte de 23 pessoas). Assim, os moradores que ainda estavam em Plymouth foram obrigados pelas autoridades a deixar suas casas. A população da ilha reduziu, boa parte das pessoas se mudaram para Inglaterra.

hotel fantasma em PlymouthMONTSERRAT 1

Hotel fantasma em Plymouth

A atividade turística praticamente desapareceu. Por um bom tempo, a Zona de Exclusão era proibida para visita de turistas. Ao passar do tempo, os montserratenses reconstruíram suas vidas diante de nova realidade.

Bar fantasma em Plymouth

Bar fantasma em Plymouth

A única forma de visitar a antiga capital é com guia autorizado e autorização da polícia. É necessário pagar uma taxa de $20,00 por pessoa (valor de julho de 2019).

Runaway Ghaut

Trata-se de uma fonte d’água. Ghauts são desfiladeiros íngremes nas montanhas. A água da chuva desce pelos ghauts. O mais popular desfiladeiro é Runaway Ghaut. Segundo a lenda nativa, todo aquele que bebe do fio de água do Ghaut está destinado a retornar a ilha de Montserrat.

Qual a origem do nome de Runaway (fugitivo) Ghaut? Os historiadores indicam que, após a vitória das forças britânicas imperiais na região de Olveston, as tropas francesas derrotadas fugiram da ilha. Anos após, a Coroa Francesa recupera o domínio da ilha por um período curto.

Montserrat Volcano Observatory

O observatório é um dos melhores pontos da ilha para o visitante observar as consequências das erupções vulcânicas na zona de exclusão. Na plataforma do observatório, pode-se avistar o Vulcão Montserrat Soufrière Hills, Belham Valley e Plymouth.

Montserrat Volcano Observatory

Montserrat Volcano Observatory

O MVO foi criado após a primeira erupção vulcânica em 1995. A partir de então, o observatório é responsável pelo controle do Vulcão Soufrière Hills. O observatório apresenta um documentário de aproximadamente 20min contando a história das atividades vulcânicas e suas consequências dramáticas na ilha. A visita é informativa e educacional.

O vulcão ficou sem atividade por quatro séculos. Em 18 de julho de 1995, ele despertou. Em 25 de junho de 1997, a atividade atingiu o ponto máximo, cobrindo dois terços da ilha com cinzas vulcânicas. A antiga capital e o aeroporto são ruínas cobertas em boa parte pelas lavas pretas secas sobre a área.

Horário: 8h 30min às 16h 30min, de segunda-feira à sexta-feira.

Ingresso: é cobrado um valor para exposição, outro para o filme

A varanda externa é gratuita (foi a parte que mais gostamos).

Mirante Garibaldi

Um mirante que possibilita avistar toda área da antiga cidade atingida pelo vulcão. Na época em que não era permitido entrar em Plymouth, esse era o ponto em que os turistas vinham para conhecer a antiga capital, quando fomos (julho de 2019) nos disseram que recentemente abriram a opção do tour dentro da “Cidade Fantasma”.

Mirante Garibaldi vista para Plymouth

Mirante Garibaldi

Montserrat National Trust (Botanical Garden and Herbal Garden)

O Montserrat National Trust tem um acervo sobre a história e natureza da ilha – dentro dele, está o Botanical Garden and Herbal Garden. O estabelecimento é responsável pela preservação e conservação de sítios arqueológicos e patrimônios, museu, jardim botânico, biblioteca, bem como organiza trilhas pela ilhota. National Trust também promove e organiza eventos como Flower Show, Garden Party, exposições de Montserrat’s Mountain Chicken.

Montserrat National Trust: Gratuito

Botanical Garden and Herbal Garden: $ 4,00 (em julho de 2019)