CÂNION ITAIMBEZINHO

O Cânion Itaimbezinho é um dos mais conhecidos e visitados da região. Seus desfiladeiros têm 5,8 quilômetros de extensão e chegam em até 1 quilometro de altura. A sua formação rochosa é uma das maiores do Brasil e existe há pelo menos 130 milhões de anos.

Na região Aparados de Cima da Serra, estão dois parques: o Parque Nacional da Serra Geral e o Parque Nacional de Aparados da Serra. O Cânion Itaimbezinho está localizado no Parque Nacional de Aparados da Serra. Esse é o maior conjunto de Cânions da América Latina.

Compre sua passagem aqui

Curiosidade: O nome Itaimbezinho vem do Tupi-Guarani, sendo que Ita significa pedra e Aí’be, afiado.

Horário: 8h às 17h (o horário da última entrada varia conforme a trilha), de terça-feira a domingo.

Como Chegar no Cânion Itaimbezinho?

O acesso é feito pela cidade de Cambará do Sul-RS ou por Praia Grande- SC, parte em estrada asfaltada e parte em estrada de chão batido. O percurso é menor saindo de Praia Grande, contudo a estrada de chão é pior e acaba levando mais tempo. Nós já fomos pelos dois e preferimos ir pelo caminho de Cambará. Apesar de o acesso ser 16km em estrada de chão, por Cambará, não é necessário um veículo 4×4. Um carro normal pode enfrentar essa estrada, porém é necessária cautela do motorista.

CÂNION ITAIMBEZINHO 1

Contrate seu seguro aqui

Chegando no estacionamento, é preciso fazer uma caminhada em trilha. Apesar de a cidade de acesso ser Cambará do Sul-RS, parte do Cânion Itaimbezinho está em território Gaúcho, parte Catarinense. A região superior dos Cânions é Rio Grande do Sul e inferior Santa Catarina. Ou seja, a trilha do Cotovelo e do Vértice é no RS e a trilha do Rio do Boi é SC.

Trilhas para visualizar o Cânion Itaimbezinho

No Cânion Itaimbezinho, há três opções de trilhas, duas na parte superior e uma na parte inferior. As da parte superior são a trilha do Vértice e do Cotovelo, que são de nível fácil/médio – ambas são autoguiadas com sinalização. Já a Trilha do Rio do Boi, na parte inferior, é de grau de dificuldade alta, obrigatória a presença de guia para acessar.

Trilha do Vértice

Percorrendo uma trilha de aproximadamente 2km com nível fácil, apreciamos o belíssimo Cânion e cachoeiras em cinco mirantes. Além disso, alguns trechos da trilha em si já é um mirante. No final da trilha, há uma casa de 1945 com venda de produtos coloniais – destaque para o pastel. A parada é uma ótima pedida depois da caminhada.

CÂNION ITAIMBEZINHO 2

Os mirantes da trilha do vértice (em ordem, saindo do centro de visitação):

_Mirante Cascata das Andorinhas: no primeiro mirante, avistamos a parte superior da cascata das Andorinhas, além de parte do Cânion. A cascata das Andorinhas é uma queda de aproximadamente 200 metros, formada pelo Arroio Perdizes, que, depois, vira o Rio do Boi.

CÂNION ITAIMBEZINHO Mirante Cascata das Andorinhas

_Mirante Cascata Véu da Noiva: no segundo, vemos a cascata que dá nome ao lugar, junto a outro ângulo do Itaimbezinho. A cascata Véu da Noiva possui 289 metros, com águas formada pelo Arroio Preá, que ajuda na formação do Rio do Boi.

CÂNION ITAIMBEZINHO Mirante Cascata Véu da Noiva

_Mirante do Vértice: o terceiro mirante é o que dá nome a trilha, pois enxergamos o Cânion Itaimbezinho e as duas cascatas em formato de um vértice.

CÂNION ITAIMBEZINHO Mirante do Vértice:

Reserve seu carro aqui

_Mirante das cascatas: no quarto mirante, também conseguimos ver as duas cascatas – a Cascata das Andorinhas em uma visão frontal e a Véu da Noiva mais ao fundo.

CÂNION ITAIMBEZINHO Mirante das cascatas

_Mirante das araucárias: o quinto mirante possui uma vista similar ao mirante das cascatas, contudo há araucárias ao lado, por isso o nome.

CÂNION ITAIMBEZINHO Mirante das araucárias

Trilha do Cotovelo

A trilha do Cotovela é mais longa, mas também fácil, sendo que todo caminho é plano. O percurso de 6km (ida e volta) pode ser feito a pé ou de bicicleta. Começamos o caminho cruzando uma ponte sobre o Arroio Preá. Na primeira parte da trilha, caminhamos em chão batido, mas os últimos 600m são avistando o cânion. Diferente da trilha do vértice, que são vários mirantes com ângulos diferentes, na do cotovelo podemos dizer que a parte final já é um grande mirante. Apesar de haver alguns pontos específicos de observação, logo no início avistamos uma cachoeira percorrendo os paredões.

CÂNION ITAIMBEZINHO Trilha do Cotovelo

Reserve seu hotel em Cambará do Sul aqui

Na nossa opinião, a visão dos paredões dos na trilha do cotovelo é mais bonita. Contudo, achamos as cachoeiras da trilha do vértice mais belas que a da trilha do cotovelo.

Trilha do Rio do Boi

A Trilho do Rio do Boi fica na parte de baixo do cânion Itaimbezinho, parte que pertencente à Praia Grande- SC. Essa trilha é mais difícil, sendo que um trecho do percurso é no meio da mata e outro cruzando o rio. Em razão disso, é obrigatório fazê-la com guia. No caminho, encontra-se vários rios e corredeiras. Além do mais, é preciso preparo para fazer essa trilha – são 14km (ida e volta) cruzando rios, em piso irregular.