COSTA OESTE DE OAHU

A costa oeste de Oahu é a menos explorada pelos turistas e tem menos estrutura. Contudo, também é lindíssima, com belas praias e paisagens, vale a visita para quem vai passar mais tempo em Oahu.

Praias, trilhas, o parque aquático Wet´n Wild, o conjuto de lagoas da Ko Olina Lagoon com o resort da Disney são as atrações dessa costa. A melhor forma de explorar a costa oeste de Oahu, assim como as costas leste e norte são com aluguel de carro.

Compre sua passagem aqui

Cuidado ao deixar objetos avista dentro do carro ao estacionar. Em todos os lugares é recomendado esse cuidado, mas nessa região do Havaí em especial. Fomos alertadas sobre isso pela escola e pela nossa host Family e realmente quando chegamos lá vimos carros com vidros quebrados, nos falaram que isso é comum de acontecer em qualquer parte da ilha, mas em especial na costa leste, e realmente foi o único local que vimos esse ocorrido.

Praias

A costa oeste possui um belo conjunto de praia mais desertas, comparada com outras praias da ilha. Antes de listar as praias da costa vamos dar destaque as nossas quatro favoritas. O conjunto de lagoas da Ko Olina Lagoon, onde fica o resort da Disney, o ponto mais indicado para crianças nessa região. A Electric Beach, com um visual diferente de uma usina elétrica próxima. A Kalaniana’ole Beach, que na verdade o destaque não é para praia em si, mas sim para as cavernas, chamadas de Mermaid Cave, próximas a ela. E a bela Pokai Bay, uma bela baia que proporciona um lindo pôr do sol.

Ko Olina Lagoon

A Ko Olina Lagoon consiste em um conjunto de quatro lagoas, uma próxima à outra, que desaguam no mar, com a beira de areia branca. As quatro lagoas são protegidas por quebra-mar e foram feitas artificialmente.

As praias das lagoas são ideias para natação e snorkeling. O local é seguro para crianças pequenas. Contudo, cuidado, pois, na saída das lagoas, pode ocorrer forte correnteza.

Contrate seu seguro aqui

Na região, há hotéis, campo de golfe e restaurantes. Entre os estabelecimentos ali instalados, destaca-se a rede internacional Marriott e um resort da Disney (Aulani).

As quatro lagoas são:

Kahola Lagoon: Ko Olinda Lagoon 1

Kahola Lagoon: Ko Olinda Lagoon 1 (Aulani, Disney resort)

Honu Lagoon: Ko Olina Lagoon 2

Honu Lagoon: Ko Olina Lagoon 2

_Nai'a Lagoon: Ko Olina Lagoon 3

Nai’a Lagoon: Ko Olina Lagoon 3 (Marriott)

Ulua Lagoon: Ko Olina Lagoon 4

Ulua Lagoon: Ko Olina Lagoon 4

Hawaiian Electric Beach

O nome da praia se deve à existência de uma usina elétrica próximo a praia.

Havaiian Electric Beach

Praia com mar azul e uma grande faixa de areia branca, com algumas pedras. O mar possui corais e recifes, sendo atrativo para o mergulho. As enguias habitam os buracos junto aos corais. O lado esquerdo da praia tem falésias e rochas.

Kalaniana’ole Beach

Também chamado de “Nanakuli Beach Park”. Próximo dali está a Mermaid Cave. Um dos pontos que recomendamos ir, nem que seja para contemplar, tendo em vista que dependendo da correnteza o banho é muito perigoso (inclusive há placa de pessoas que faleceram no local).

Mermaid Cave

Mermaid Cave é uma formação rochosa muito bonita, que fica na beira da praia. Parte da caverna está submersa nas águas cristalinas do mar, repleta de corais. A Caverna da Sereia é um dos tesouros escondidos da rota turística. Local muito perigoso para nadar, em especial em dia de ondas fortes e maré alta. O período mais indicado para conhecer esse belo cenário é durante o verão (de maio a outubro), quando a maré está mais baixa.

Mermaid Cave

Curiosidade:

_Provavelmente, o nome da gruta se deve à lenda de que, na caverna, em dia de lua alta, aparecem entidades metade peixes, metade humanas.

Reserve seu carro aqui

Maili Beach

Longa praia de mar azul, com areia branca, ondas grandes no inverno, assim como correntes fortes durante todo o ano.

Maili Beach

A praia é ideal para surfe, snorkeling, nado, bem como bodyboarding. A longa praia tem dois pontos que se destacam para o surfe: Green Lanterns e Tumbleland (no centro da praia).

Curiosidade:

_Ma’ili, em havaiano, significa “pequenos seixos” (pequenas pedras arrodandas).

Lualualei Beach

Praia situada em um parque de 0,18 km², com mar azul, beira de mar arenoso, bem como pedregulhoso, com uma formação de pedra calcária ao longo da costa, circunstância que dificulta a entrada no mar.

Lualualei Beach

Tem uma formação rochosa na forma de uma ponte de pedra.

Não é adequada para tomar banho de mar. Fora da costa, há um ponto ideal para surfe, conhecido como “Sewers”. Ao lado, pescadores nativos utilizam a área.

Pokai Bay Beach

Praia de mar calmo, com coloração azul, sendo a área mais protegida das grandes ondas do lado oeste da ilha em razão de uma barreira artificial em alto mar. No meio da praia, há um grande recife onde quebram ondas, assim esse um bom ponto para surfar.

Pokai Bay Beach

A areia branca, combinada às palmeiras, monta um belo cenário, contrastando com o mar azul e o recorte das montanhas da costa litorânea.

Pokai Bay Beach

O belo pôr do sol é uma das atrações principais da praia.

Mauna Lahilahi Beach

O nome da praia deriva de uma pequena montanha localizada ao lado norte da beira. Ao subir nesse monte, pode-se apreciar uma bela vista.

Praia estreita, com mar azul-celeste, recifes, bem como uma faixa de areia. A praia tem três enseadas: uma protegida, no lado sul, criando o melhor canto para natação. O parque não tem muitos locais ao abrigo do sol.

Reserve seu hotel aqui

Não é um lugar aconselhável para banho, pois há recifes.

Curiosidade:

_Mauna Lahilahi, em havaiano, significa “montanha fina”. A montanha se ergue 230 pés (70 metros), fornecendo um cenário pitoresco.

Papaoneone Beach

Praia de mar azul, areia branca, com ondas grandes no inverno. No verão, quando o mar está calmo, é bom para mergulho.

Mākaha Beach

Mākaha Beach

Bela praia, com mar azul, areia branca, costeada por morros. O local é ideal para banho de sol, snorkeling e mergulho (dependendo da época do ano), bodyboard, bem como surf. A área de mergulho chama-se Makaha Caverns. No inverno, devido à forte correnteza e às ondas, o surfe é mais aconselhável para esportistas experientes. No verão, o mar calmo é bom para natação. Contudo, a costa tem vários recifes. O ponto central da praia não apresenta recifes, sendo, dessa forma, o melhor para nadar.

Ohikilolo Beach

Praia praticamente desconhecida, de mar azul, mas muito rochosa, com areia apresentando um tom levemente marrom.

Ohikilolo Beach

A praia não é indicada para natação.

Makua Beach

Makua Beach, ao lado de Yakohama Bay, faz parte do Ka’ena Point State Park.

Makua Beach

A praia, geralmente vazia, é cercada pela Montanha Waianae, assim como pelo Vale Makua. No inverno, grandes ondas atraem os surfistas. No verão, a água é boa para natação, snorkeling, bem como mergulho. A natação deve ser cautelosa, devido aos recifes de corais, bem como a grande profundidade desde o início do mar. Há dias com grande correnteza.

Praia de areia branca. Com sorte, pode-se ver a foca-monge mergulhando. A costa é rica em vida marinha, com belos recifes de corais. O recife exterior possui cavernas e túneis.

Yokahama Bay

Yakohama Bay (ou Keawaula Beach) e Makua Beach fazem parte do Ka’ena Point State Park. Yakohama é a última praia do oeste; assim, depois dela, termina a estrada e tem uma trilha de Kaena.

Yokahama Bay

Praia de mar azul, com ondas gigantes durante o inverno e uma grande faixa de areia branca. Ambiente intocado, desguarnecido de sombra natural, cercado pela Montanha Wai’anae. Em geral, está vazia. O mar tem fortes correntezas, com fundo rochoso, circunstância que merece especial atenção dos surfistas.

Curiosidade:

_Keawaula, em havaiano, significa “porto vermelho”, pois, nas proximidades, há várias lulas com tonalidade vermelha.

Trilhas

Kaneana Cave e Upper Makua Cave

São duas cavernas próximas, uma no solo, a outra (Upper) no topo de uma montanha e é acessada por trilha.

A Caverna de Kaneana também é conhecida como “Caverna de Makua” (Makua Cave). A caverna tem 100 metros de altura e 450 metros de profundidade. Com aproximadamente 150.000 anos, já foi subaquática. Suas paredes rochosas foram esculpidas pelas ondas do mar.

Kaneana Cave Makua Cave

Makua Cave (Kaneana Cave)

A caverna era um dos pontos sagrados da antiga cultura havaiana. O local é cercado de lendas antigas – entre elas, a de que a caverna teria sido o berçário da humanidade. Daí a origem o nome, pois Kane, na mitologia havaiana, seria o Deus da Criação. Assim, o ponto é conhecido como “Caverna Kaneana”.

Upper Makua Cave

A Upper Makua Cave é acessada por uma trilha de dificuldade moderada com aproximadamente 1 km. No topo do trajeto, obtém-se uma linda vista da praia, além de conhecer uma segunda caverna.

Pink Pillbox

A trilha se chama é Puu O Hulu, mas é conhecida como Pink Pillbox, pois no topo há uma casa em forma de caixa na cor rosa.

Pink Pillbox COSTA OESTE DE OAHU

A caminhada com dificuldade moderada de 2,6km (ida e volta) leva a uma paisagem cinematográfica havaiana da costa oeste. Uma das melhores vistas de Nanakuli, bem como Waianae.

No topo podemos desfrutar de uma vista de 360º. Em dias claros, conseguimos ver o caminho até Kaena Point (parte oeste), o Monte Kaala (no norte), assim como o Kapolei/Campbell Industrial Park (no sul)

Kaena Point Trail

A trilha abrange ambos os lados de Ka’ena Point, havendo dois pontos de início: Wai’anae (pelo lado oeste) e Mokule’ia (pela costa norte). Em ambos os casos, a caminhada começa onde a estrada pavimentada termina. A trilha cruza a Reserva Natural do Parque Ka’ena Point; a do lado norte é um pouco menor. A caminhada é no plano, sem subidas e decidas como a maioria das trilhas do Havaí e o trajeto é de dificuldade fácil/moderada.

Kaena Point

Na trilha que inicia por Mokule’ia, o percurso segue, em alguns pontos, o antigo leito ferroviário que transportava cana-de-açúcar na região.

No percurso, vê-se um dos últimos redutos de dunas naturais da ilha de Oahu, além de aves marinhas, o piso pedregulhoso da beira da praia, falésias, plantas nativas, bem como, durante o inverno, baleias que circulam ao longo da costa.

Dica:

_Caso tenha ido de carro, deve-se fazer o mesmo caminho de retorno, pois, uma vez na outra costa é um longo percurso na estrada para voltar para o outro lado.

Parque aquático

Wet’n Wild Hawaii

A marca Wet’n Wild opera em outros lugares dos Estados Unidos e do mundo, como, por exemplo, em Orlando, Sydney e São Paulo.

Wet’n’Wild Havaii

O parque aquático tem aproximadamente 25 atrações para todos os públicos, de crianças a adultos. O visitante pode aproveitar piscinas com onda, piscinas com atividades infantis, escorregadores e tobogãs diversos, além de passear de boia no rio artificial que corre pelo parque. Um dos destaques é a atração “Tornado”: a pessoa entra em um tubo redondo com uma boia com lugar para dois ou mais passageiros, desembocando dentro de um gigantesco funil, onde faz movimentos circulares até desaguar no ponto final do brinquedo.

Horário: abre as 10h30 e o encerramento pode ser às 15h30min, às 16h, às 17h e às 21h, conforme a época do ano. Fechado: terças e quartas-feiras, exceto nos meses de junho e julho.

Ingresso: $ 49,99