GAROPABA: COMO CHEGAR, ONDE FICAR E O QUE FAZER

Garopaba espera o visitante com praias, cachoeiras, lagoas, trilhas com paisagens exuberantes, além de um pouco de história. A cidade foi colonizada por açorianos no século XVII – primeiramente, era habitada por índios. Ainda hoje, encontramos a cultura açoriana presente na arquitetura das casinhas do Centro Histórico da cidade, que só foi emancipada em 1961.

A cidade está em duas áreas de proteção ambiental: APA da Baleia Franca e o Parque Nacional da Serra do Tabuleiro. Além disso, aproximadamente 60% do seu território é formado por montanhas e morros.

Compre sua passagem aqui

Curiosidade: a palavra Garopaba vem do Ameríndio Tupi-Guaraní. A primeira parte significa embarcação (ou canoa) e a segunda, estância ou enseada. Ou seja, Garopaba é uma baía com canoas e embarcações, um nome bem apropriado para a cidade.

Garopaba pertence a região turística Encantos do Sul.

Vamos explorar esse pequeno paraíso no litoral sul de Santa Catarina? Aqui, vamos mostrar os atrativos turísticos da cidade, como chegar e onde ficar.

Como chegar

A pequena cidade está localizada no litoral sul de Santa Catarina, entre as cidades de Imbituba (fronteira sul) e Paulo Lopes (fronteira norte) e próxima à capital Florianópolis (87km do aeroporto). O aeroporto mais próximo a Garopaba é o Hercílio Luz (Florianópolis), dali o visitante pode pegar ou um ônibus ou um carro para chegar em Garopaba. Saindo da Ilha de Florianópolis cruza-se a cidade de Palhoça para, então chegar a Garopaba. A maior parte do caminho é pela BR 101 (direção norte-sul).

Reserve seu carro aqui

Para quem está no Rio Grande do Sul, boa parte do caminho também é feito pela BR 101 (direção sul-norte).

Onde ficar

Escolher uma hospedagem bem localizada é essencial para uma boa experiência na cidade. Nós escolhemos a Pousada Chateau Channel, que fica perto da Praia do Ouvidor. O espaço oferece um ótimo custo/benefício, além de ser bem localizada. Para nós, que optamos por explorar toda Garopaba, foi ótimo. A pousada disponibiliza cinco aconchegantes chalés totalmente equipados e cada cabana tem o nome de uma praia de lá. No fundo da pousada, tem uma área verde ótima para respirar ar puro e descansar.

GAROPABA: Pousada Chateau Channel

Pousada Chateau Channel

Distância das principais praias:

_Ouvidor: 3,3km – 400 metros da entrada;

_Rosa: 3,1km (canto Norte), 4km (canto Sul) – 1,9km da entrada.

_Barra: 8,1km

_Ferrugem: 14km

_Garopaba: 13km

O que fazer

Praia

As praias são o principal atrativo de Garopaba – por sinal, é o que mais atrai os visitantes e faz com que a cidade fique lotada no verão. As praias são ótimas para Surf, não é à toa que ela é considerada a Capital Catarinense desse esporte. O visual é lindo, contendo praias, montanhas e rochas, que são um diferencial. As praias, às vezes, são bem tranquilas, tornando-se perfeitas para banho, mas outras ocasiões o mar pode ficar mais agitado. A cor da água também pode variar por diversos fatores. Além disso, costuma ser fria.

As praias em geral são de fácil acesso, exceto a Praia Vermelha, que só é acessada por trilha. Outro ponto que vale destacar é que, apesar de algumas praias parecerem perto no mapa, como por exemplo a Praia da Barra e Praia da Ferrugem, o acesso de carro entre uma e outra é longo (necessário contornar a lagoa). Contudo, há outra opção… Quem gosta de trilhas pode ir de uma a outra praia.

Praia de Garopaba (Praia dos Pescadores)

Praia de Garopaba (Praia dos Pescadores)

Praias:

_Vermelha;

_do Ouvidor;

_da Barra;

_da Ferrugem;

_do Silveira;

_da Vigia;

_de Garopaba/dos Pescadores;

_do Siriú;

_da Gamboa.

Cachoeiras

Quando falamos de Garopaba, pensamos em praias, certo? Mas… o lugar tem mais a oferecer. Além das águas salgadas, há belas cachoeiras para o visitante se banhar. Esse atrativo, com águas doces, não é tão conhecido, mas merece também ser visitado. Contudo, as cachoeiras só abrem durante a temporada.

Cachoeira Macacu GAROPABA

Cachoeira Macacu

As duas principais são:

_Cachoeira Macacu;

_Cachoeira do Siriú.

Próximo de Garopaba, há outras cachoeiras, como:

_Cascata Encantada;

_Cachoeira Zanella.

Dunas

As dunas de Garopaba proporcionam uma paisagem um pouco diferente. Para quem procura um pouco de aventura, uma boa opção é praticar sandboard. Trata-se de um esporte é parecido com snowboard, só que é praticado na areia. As dunas são de fácil acesso e localizadas junto às praias de mesmo nome. Na região, destacam-se três dunas:

_do Ouvidor;

_do Siriú;

_da Gamboa.

Dunas do Siriú Garopaba

Dunas do Siriú

Templo religioso

Garopaba foi colonizada por açorianos, que trouxeram algumas características. Umas delas é a religião. Dessa forma, dois pontos turísticos na cidade são:

_Gruta Nossa Senhora de Lourdes;

_Paróquia São Joaquim;

_Igreja Matriz.

Paróquia São Joaquim centro histórico de garopaba

Paróquia São Joaquim

A Gruta Nossa Senhora de Lourdes é bem pequena e abriga a imagem da Santa. A Paróquia São Joaquim é estilo açoriano e está localizada na Praça 21 de Abril.

Lagoa

As lagoas são outra forma de se banhar e aproveitar o verão em Garopaba. Então, a cidade tem formas de se banhar para todos os gostos. Praia, cachoeira e lagoa fazem parte dos atrativos para se refrescar em dias quentes. As lagoas são calmas e têm água morna, sendo que as principais delas têm saída para o mar:

Lagoa…

_de Ibiraquera;

_de Garopaba;

_do Siriú.

Morros

As vistas dos morros garantem uma paisagem inesquecível e belas fotos da sua viagem. Dos mirantes, é possível admirar toda a beleza do local, a partir do alto. A maioria dos morros exige trilhas, em regra, de dificuldade média. Contudo há morro com acesso de carro, como o Morro das Antenas. Alguns deles que merecem destaque por suas belas vistas em Garopaba são:

_Morro da Silveira;

_Mirante Morro das Antenas (ou Morro da Embratel).

Mirante Morro das Antenas GAROPABA

Mirante Morro das Antenas

Praça

A Praça 21 de Abril fica no centro histórico de Garopaba. O nome, provavelmente uma homenagem a Tiradentes, antes de chamava Quadrado. O lugar onde está a praça é relevante para cidade desde o surgimento, pois ali funcionou a Armação Baleeira, que teve muita importância na ocupação do local. A praça é pequena, mas é um importante ponto turístico, com toda sua história. Além disso, é onde está a Paróquia São Joaquim.