PARQUE ALDEIA DO IMIGRANTE

O Parque Aldeia do Imigrante localizado em Nova Petrópolis é “um pedaço da Alemanha na Serra Gaúcha“!

A missão do parque é resgatar a história dos imigrantes alemães que colonizaram a região. O parque foi oficialmente inaugurado em 12 de janeiro de 1985.

Surgimento do parque

Em 1974, foi comemorado o aniversário de 150 da imigração alemã e, em homenagem à data, houve um desfile com trajes e artigos germânicos. Dessa forma, perceberam a importância histórica desses bens. E, então, decidiram, por meio de um parque, fazer atrações relacionadas a essa tradição – uma delas foi a reconstrução de edificações dos anos 1870 e 1910. E… vale visitar, conhecer o encantador resultado!! Hoje é a Aldeia Histórica do parque.

PARQUE ALDEIA DO IMIGRANTE

Compre sua passagem aqui

Atrações do parque

O parque conta com uma ampla área verde, uma aldeia Bavária e histórica, dois lagos… ou seja, um lugar perfeito para passar o dia. Fica no caminho de Gramado (via Rota Romântica).

Aldeia Bavária

Essa área está logo na entrada do parque. Trata-se de uma releitura de vilarejos no sul da Alemanha com casas comerciais. Dentro da Aldeia Bavária, há um estúdio para produzir fotos simulando estar na neve.

Nova petrópolis parque aldeia do imigrante Lago dos Canteiros Flutuantes

Lago dos Canteiros Flutuantes

No lado direito da entrada, dentro da mesma Aldeia há um deck com vista para o “Lago dos Canteiros Flutuantes”, bem como o Biergarten (Jardim da Cerveja). Além disso, nessa área está o Palco Central, ponto em que se realizam apresentações artísticas e culturais, como bandinhas, corais e grupos folclóricos. Além disso, no parque tem o Tannenwald Restaurante, que serve um buffet livre de gastronomia típica alemã. O restaurante fica em um dos prédios charmosos do parque. Por ali, há playground e pracinha para o público infantil. Perto tem um outro lago, que conta com Passeio de Pedalinho.

PARQUE ALDEIA DO IMIGRANTE Tannenwald Restaurante

Contrate seu seguro aqui

O Passeio de Pedalinho é muito procurado por famílias e casais. O valor não está incluído no ingresso do parque – é cobrado por pessoa R$ 10,00 por adulto (preço de 2020). A atração funciona diariamente, das 9h às 17h, exceto em dias de chuva ou neblina. O passeio dura 20min e o uso do colete salva-vidas é obrigatório.

Passeio de Pedalinho PARQUE ALDEIA DO IMIGRANTE 4

Para se deslocar da Aldeia Bavária para Aldeia Histórica há duas formas: ou pelo carro elétrico ou pela ciclovia. O transporte de carro elétrico é em veículo aberto (estilo carro de golfe) com valor cobrado à parte, sendo R$ 5,00 um trecho e R$ 8,00 ida e volta. A outra opção é por meio da ciclovia – junto a ela, há uma pista de caminhada, então o visitante pode escolher entre ir a pé ou de bicicleta. A grande vantagem desse caminho é o incrível contato com a natureza, já que passamos entre árvores, passeio super agradável. A bicicleta pode ser locada por um valor de R$ 8,00 a hora por pessoa. Por segurança, o uso de capacete é obrigatório.

Aldeia Histórica

A Aldeia Histórica conta com construções históricas, sendo a maioria no estilo enxaimel. Estas são originais, contudo não foi ali o primeiro lugar da construção. Elas foram retiradas de várias localidades do interior do município e reconstruídas dentro do parque. Entre as edificações da Aldeia Histórica, estão:

PARQUE ALDEIA DO IMIGRANTE 1

_Capela do Imigrante: a construção mais antiga da aldeia, datada de 1875. A capela era originalmente luterana, depois recebeu um altar católico. O local acomoda de 60 a 70 pessoas.

Reserve seu carro aqui

_Salão de Baile: onde os habitantes se reuniam depois do culto e da missa para comemorar. Hoje, vendem cucas e outros produtos coloniais; nas paredes, há quadros e fotos de imigrantes.

_Cemitério: perto da igreja, há um cemitério. No parque, não há ninguém sepultado, mas sim uma homenagem ao professor Frederico Michaelsen e ao pastor Pastor Heinrich.

_Residência da família: a parte de cima era onde eles moravam e em baixo onde armazenavam alimentos.

_Ferraria: a primeira ferraria da cidade, do ano de 1903.

_Escola da Comunidade: é a primeira escola da comunidade. Toda comunidade tem uma escola, pois é uma das primeiras coisas que os imigrantes construíam quando chegavam. A construção veio do bairro de Linha Temerária, um dos bairros mais afastados de Nova Petrópolis e fica bem perto do rio. A construção é pequena, pois as comunidades eram pequenas.

Escola da Comunidade PARQUE ALDEIA DO IMIGRANTE 2

Escola da Comunidade

_Casa do professor: fica ao lado da escola. Nem toda comunidade tinha essa construção. A casa que está no parque veio da localidade de Pinhal Alto, que fica no outro extremo da cidade.

_Cooperativa de crédito: Nova Petrópolis é a capital nacional do cooperativismo em função dessa cooperativa iniciada pelo padre Amstad em 1902. Dentro, encontramos um pouco da história da caixa de economia e empréstimos do Amstad, além de depoimentos.

Reserve seu hotel aqui

_Casa do pastor: dentro dessa construção, há um estúdio para produzir fotos simulando estar no tempo antigo.

_Memorial de Arquitetura Germânica: ali há miniaturas de casas e construções de 14 cidades alemãs da Rota Romântica Gaúcha.

_Museu Histórico Municipal: esse museu era parte da casa do primeiro médico, que foi ampliada para receber os visitantes.