URUSSANGA

Urussanga é uma pequena cidade, acolhedora, mantedora de suas raízes históricas, famosa pela produção do vinho da uva Goethe, palco de tradicionais eventos da enogastronomia.

Situa-se ao sul de Santa Catarina, na região turística de Encantos do Sul, fazendo limite com os municípios de Orleans, Lauro Müller, Cocal do Sul, Pedras Grandes, Treviso, bem como Siderópolis. A cidade está localizada entre a Serra Geral e o Oceano Atlântico.

Compre sua passagem aqui

Urussanga também integra a região carbonífera do sul de Santa Catarina. Um dos setores fortes da economia é vitivinicultura.

População: 20.000 habitantes

Altitude: 49m

História

Originalmente, a área era ocupada pela tribo índia tupi-guarani, proveniente da Amazônia. O povo ameríndio chegou à região nos anos 1000. O povo tupi-guarani, quando chegou à região litorânea que hoje é o estado de Santa Catarina, encontrou uma população que falava a língua do tronco macro-jê. Os tupi-guaranis expulsaram este povo para os altos da serra. Os indígenas que foram para a serra deram origem às tribos caingangues, assim como xoclengues. No século XVI, os tupis-guaranis que habitavam a região foram todos escravizados e exterminados pelos colonos.

A comunidade foi funda em 1878, por imigrantes italianos. A data oficial da fundação da localidade é 26 de maio de 1978, quando desembarcaram na região os colonos italianos provenientes do Vêneto, Lombardia, Friuli, bem como Trentino.  A população predominante é de origem italiana. O nome da cidade é de origem da língua tupi-guarani e significa água muito fria. O principal rio do município leva o nome da cidade. Então, em 1900, Urussunga transformou-se em município independente.

Contrate seu seguro aqui

O povo da cidade procura preservar os costumes italianos trazidos pelos imigrantes. Um dos destaques da região é a vitivinicultura, sendo o ponto central da rota da uva Goeth. Bienalmente, é realizada a Festa do Vinho, bem como a Ritorno alle Origini (de volta às origens). No mês de agosto dos anos pares, é feita a Festa do Vinho. Nos anos ímpares, na data de aniversário da cidade, comemora-se a festa De Volta às Origens. Os participantes das festas são contemplados com comidas, danças, assim como músicas típicas italianas. Tudo isso acompanhado de um bom vinho da região.

Clima

O clima se caracteriza por ser subtropical úmido. O verão é quente. Assim, no verão, a temperatura pode atingir os 40ºC. No inverno, a temperatura pode ser próxima de zero.

Hospedagem e Gastronomia

A cidade tem hotel para hospedagem. Urussanga possui restaurante, merecendo destaque os que oferecem comida italiana.

Reserve seu hotel aqui

Como chegar?

Através da BR 101 e SC-445, via Morro da Fumaça. Essa estrada é toda asfaltada.

Reserve seu carro aqui

O que fazer?

As principais atrações são ligadas às atrações históricas e culturais, bem como ao roteiro do vinho. Assim, os pontos turísticos estão organizados na ordem que conhecemos, direção de da cidade Treviso para Treze de Maio.

Capela de Santo Antônio

URUSSANGA Capela de Santo Antônio

A Capela foi edificada em 1935 e os afrescos do seu interior são originais da época. A igreja tem estilo bizantino e fica no bairro Rio Caeté. O vitral da entrada do templo é um dos destaques e, no seu interior, é a pintura que chama atenção.

Casa del Nonno

A Casa del Nonno é uma vinícola familiar, localizada no centro de Urussanga, pioneira na produção de vinho na região. Nessa vinícola, foi elaborado o primeiro espumante da uva Goethe. Para conhecer toda a produção, é necessário agendar a visita, que, no entanto, não inclui os parreirais, pois estão no local de visitação. Quem chega sem hora marcada pode degustar alguns rótulos, bem como comprá-los. A fachada da Casa del Nonno é bem charmosa.

URUSSANGA Casa del Nonno

A vinícolas dessa região fazem parte dos Vales da Uva Goethe.

Parque Municipal Ado Cassetari Vieira

O parque Municipal Ado Cassetari Vieira possui oito hectares, dentro dele encontra-se: casas culturais; um palco, onde ocorre grandes eventos da cidade. Além disso, o parque é ponto de encontro para quem gosta de atividades ao ar livre e muito verde. O local é cercado e, logo na entrada, encontramos um pequeno e charmoso lago.

URUSSANGA Parque Municipal Ado Cassetari Vieira

Horário: 7h até 21h.

Praça Longarone

URUSSANGA Praça Longarone

A praça foi fundada para deixar na história o acordo Gemellagio, em 1992. O acordo era entre as cidades irmãs, Longarone (Itália) e Urussanga. O monumento é uma pedra em forma de pirâmide, e nela está o símbolo de Longarone que sustenta o brasão de Urussanga.

Casarão

URUSSANGA 8

O Casarão histórico foi construído em 1907, que, no momento, infelizmente encontra-se abandonado. Todavia, os moradores locais têm a esperança em uma reforma. Ao lado, está outra casa antiga de 1908. O Casarão fica em frente da esquina da Avenida Presidente Vargas e Rua Barão do Rio Branco.

Praça Anita Garibaldi

URUSSANGA Praça Anita Garibaldi

A Praça Anita Garibaldi fica no centro da cidade e carrega um pouco da história local. Nos seus arredores, podemos observar um conjunto de construções históricas com arquitetura do Final do século XIX e início do século XX. Além disso, é nessa praça que está a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

URUSSANGA Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

A Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição é um dos principais pontos turísticos de Urussanga. No seu interior, abriga uma réplica da Pietá, de Michelangelo, um presente do Papa VI em comemoração aos 100 anos da cidade em 1979. A igreja é uma das mais bonitas edificações tombadas em Urussanga. O templo com estilo arquitetônico neoclássico foi construído em 1945, contudo, primeiro foi construído um campanário, em 1923.  Ela fica no centro da cidade na Praça Anita Garibaldi.

URUSSANGA Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

Na parte interna, além da réplica da Pietá, a sua pintura rica em detalhes e desenhos do artista Pedro Cechet chama atenção. A Pietá é uma das três réplicas fiéis no Brasil, as outras duas estão em Brasília-DF, bem como Caxias do Sul-RS.

URUSSANGA Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição

Pórtico de Urussanga

Pórtico de Urussanga

O pórtico fica em uma rotatória, na entrada da cidade, para quem chega na direção do litoral. Ao lado do pórtico, está um obelisco com escrito “Urussanga”. A rotatória na qual está o pórtico e obelisco é bem cuidada, com uma jardinagem, bem como bancos. Além disso, perto dessa rotatória, há um monumento de um minerador.

Estação Ferroviária de Urussanga

URUSSANGA Estação Ferroviária de Urussanga

A Estação Ferroviária de Urussanga foi construída no século XX. O local é o antigo terminal férreo, sendo que hoje abriga um centro de informações turísticas, bem como a sede da associação de Vinicultores da Região, além de ser um dos pontos turísticos da cidade. Algumas vezes por ano, acontece um passeio de Maria-fumaça, saindo de Tubarão ou Jaguaruna.

Capela de São Pedro

URUSSANGA Capela de São Pedro

A Capela de São Pedro fica no caminho para a Vigna Mazon, no Bairro de São Pedro. Esse bairro foi colonizado por imigrantes italianos de Treviso. O templo é uma das mais antigas edificações de Urussanga, construída em 1990. Contudo, está bem conservado. O local é uma homenagem à antiga cidade da qual vieram os colonizadores, Campo San Piero (Itália) para o bairro São Pedro.

Vigna Mazon

URUSSANGA Vigna Mazon

A Vígna Mazon é uma vinícola familiar da família Debiasi. Além da vinícola, há uma pousada, bem como um restaurante ali. No local, também encontramos uma pequena capela. O restaurante só funciona nos fins de semana, oferecendo um almoço com farto buffet. A Vigna Mazon fica mais afastada da cidade.

URUSSANGA Vigna Mazon